Seg - Sex : 08:30 - 19:00
11-3192-3882

Blog

previdência privada

Como Funciona um Plano de Previdência Privada

//
Postado por
/
Comentário(s)0
/
Categorias

Se está pensando em investir em um produto que traga rendimentos em longo prazo, ou mesmo como forma de planejamento sucessório, um plano de previdência privada pode ser uma boa opção.

Diferente dos fundos de investimentos,  a previdência possui um regime tributário específico. É importante compreendê-lo para analisar as vantagens e desvantagens desse tipo de investimento.

Compreendendo a previdência privada

Apesar do nome, esse é um investimento como qualquer outro e pode ser considerada como uma alternativa à aposentadoria oferecida pelo Governo. A diferença em relação ao fundo é que, a previdência privada pode ter aportes esporádicos ou consecutivos com débito em conta.

A grande vantagem da previdência em relação ao investimento comum, como um fundo, é a facilidade para débito em conta que não deixa o investidor cair no esquecimento, a alíquota regressiva de imposto de renda e a portabilidade sem pagar imposto, em caso de atratividade de outro fundo, além de, é claro, a facilidade no planejamento sucessório este tempo é definido por meio de regras do plano escolhido.

Regulamentados pela Susep (Superintendência de Seguros Privados), o PGBL e VGBL são os planos de previdência privada mais conhecidos e utilizados. Significam respectivamente: Plano Gerador de Benefícios Livres e Vida Gerador de Benefícios Livres. Estes, são chamados planos abertos, onde qualquer pessoa física pode investir por meio de um banco ou seguradora.

O PGBL pode abater até 12% das aplicações declaradas no IR, portanto é recomendado para quem preenche a declaração de imposto de renda anual completa. Já o VGBL não permite esse abatimento, logo, é indicado para quem não é assalariado ou para quem faz declaração simples do imposto de renda.

Existem também os chamados planos fechados, voltados para empresas, sindicatos e organizações trabalhistas. Nessa modalidade, as taxas de administração são subsidiadas e os planos não podem ser comercializados para pessoas de fora dessas entidades.

Benefícios da previdência privada

O maior benefício é a portabilidade, ou seja, você pode trocar de fundo de investimento ou instituição em qualquer tempo, sem a necessidade de pagar IR. Além disso, a previdência não possui come-cotas, a antecipação da cobrança do IR que incide no último dia útil de maio e novembro sobre os fundos de investimento.

Outra vantagem é o planejamento sucessório simples e objetivo. Pois com a previdência privada, na falta do contribuinte, pode-se passar os investimentos para herdeiros nomeados automaticamente, já que a renda não entra em inventário ou partilhas.

Os bancos e seguradoras costumam cobrar uma taxa de carregamento de 3% a 5% sobre os aportes investidos, além da taxa de administração. Ao investir em um plano de previdência, é possível encontrar instituições que não cobrem essa taxa.

Agora que você já sabe como funciona um plano de previdência privada, aproveite para descobrir como a Renova Invest pode te auxiliar a encontrar o fundo ideal para seus objetivos.

pt_BRPortuguese (Brazil)
pt_BRPortuguese (Brazil)
Renova Invest Entre em contato é simples e rápido!